Curso Jovem Programador do SENAC, edição 2022 teve 89 inscritos em Pinhalzinho

Muito trabalho foi necessário para viabilizar a primeira edição do curso em Pinhalzinho. Primeiro na busca do patrocínio para 30 vagas gratuitas (para pessoas com renda per capita mensal de até 2 salários-mínimos), bem como na busca de inscrições. No total serão atendidos 35 alunos, sendo 5 deste de forma particular, mas a baixo custo.

Para Elisabete Jussara Bach, CEO da JB Software de Pinhalzinho, uma das empresas patrocinadoras do curso, “Foi um trabalho grande com viagens a Blumenau e Florianópolis em conversa com o Sindicato das Empresas de Processamento de Dados, Software e Serviços Técnicos de Informática do Estado de Santa Catarina (SEPROSC) que teve a iniciativa desse projeto em todo estado ainda em 2021, e com o SENAC que irá realizar o curso.”

A ACIP (Associação Comercial e Industrial de Pinhalzinho) apoiou nossa ideia e, por meio de um projeto, encaminhou ao executivo. O prefeito Mário Afonso Woitexen (PSDB), acolheu de imediato o patrocínio para 20 vagas exclusivas para pessoas de Pinhalzinho e acionou o jurídico para auxiliar. Este foi encaminhado ao legislativo, quando explanamos o ideal do projeto, sua finalidade e objetivos, ao presidente Antonio Gallina (MDB) e vereadores que abraçaram a causa, votando, por unanimidade, tanto a urgência como o projeto, dando excepcional celeridade à sua aprovação em apenas duas sessões, as quais contaram com a presença dos vereadores Antonio Gallina (MDB), Carmen Teresinha Fiorini de Souza (PP), Dejair Teixeira (PSDB), Dimar Justino Valente (MDB), Dirvam Girardi (PT), Eugênio Jacob Hansen (PSD), Fabiana Paula Merigo (PT), Franciéli Werlang (PP), Márcio José Maria (PP), Remi Antonio Sulzbacher (MDB) e Sirlei Teresinha Muller (MDB).

A JB Software divulgou o curso Jovem Programador com uma forte campanha nas mídias sociais e entrevistas na imprensa da microrregião e intensificando comunicação com contatos ou visitas presenciais nas escolas de nível médio. Foram 8 escolas em 5 municípios: Pinhalzinho, Saudades, Modelo, Sul Brasil e Nova Erechim.

A HORUS Faculdades, que também é patrocinadora, cederá a infraestrutura para a realização do curso, com laboratório com 30 máquinas e monitor para acompanhamento, pois o SENAC não possui sede local, e, por parte das aulas serem presenciais uma estrutura é necessária. O professor da HORUS, Everton do Prado, também nos acompanhou em algumas entrevistas fazendo um trabalho de divulgação importante do curso.

“Estamos muito felizes com 89 inscritos para a turma de Pinhalzinho. Com dados do IBGE fizemos o cálculo de inscrições por número de habitantes, considerando a população do local que acontece o curso, sendo Pinhalzinho o destaque com o maior número de inscritos por habitante. A Cada 237 habitantes, 1 se inscreveu para o curso. Michele Fischer e o programador Nelson Ostroski surpreenderam no trabalho de marketing ao divulgar o Jovem Programador.” Comentou a CEO da JB Software, Elisabete.


Termina o prazo de entrega da declaração de Imposto de Renda de 2022

Receita Federal recebeu um total de mais de 36 milhões de declarações, superando as expectativas.

Até às 24 horas desta terça-feira (31/05), fim do prazo de entrega, foram recebidas 36.322.912 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-calendário 2021. A expectativa, que era de que 34.100.000 de declarações fossem enviadas, foi superada.

A partir de agora quem estava obrigado a entregar a declaração e não o fez até o fim do prazo estará sujeito a multa. O valor da multa é de 1% ao mês, sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74.

A multa é gerada no momento da entrega da declaração e a notificação de lançamento fica junto com o recibo de entrega e o contribuinte terá 30 (trinta) dias para pagar a multa. Após este prazo, começam a correr juros de mora (taxa Selic).

Clique aqui para acessar a apresentação da coletiva de encerramento do Programa do Imposto de Renda 2022, realizada ontem às 17h.

Fonte: Receita Federal 🔗

Receita Federal prorroga o prazo para adesão ao RELP

Micro e pequenas empresas, inclusive o MEI, poderão aderir até sexta-feira, dia 3 de junho.

A Receita Federal encaminhou hoje (31), para publicação em edição extra do Diário Oficial da União, Instrução Normativa que prorroga o prazo para adesão ao Programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional (Relp) para a sexta-feira, dia 3 de junho de 2022.

Podem ser parcelados pelo Relp todas as dívidas apuradas pelo Simples Nacional até o mês de fevereiro de 2022. A adesão pode ser feita pelo e-CAC, disponível no site da Receita Federal ou pelo Portal do Simples Nacional.

O pagamento poderá ser realizado em até 180 vezes, com redução de até 90% (noventa por cento) das multas e juros, dependendo do volume da perda de receita da empresa durante os meses de março a dezembro de 2020 (calculado em relação a 2019). Parcelamentos rescindidos ou em andamento também poderão ser incluídos.

Fonte: Receita Federal 🔗

Receita libera primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2022

3.383.969 contribuintes vão receber R$ 6,3 bilhões

Nesta terça-feira (31), às 10 horas da manhã, a Receita Federal libera a consulta ao primeiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física de 2022. Este lote também contempla restituições residuais de exercícios anteriores.

São 3.383.969 contribuintes que vão ter o dinheiro depositado na conta bancária no dia 31 de maio. O valor total é de R$ 6,3 bilhões.

Vale lembrar que o primeiro lote é destinado a contribuintes que têm prioridade legal: idosos acima de 80 anos e aqueles que têm entre 60 e 79 anos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e também quem tem a maior fonte de renda o salário do magistério.

A consulta pode ser feita pela internet, no site www.gov.br/receita federal e também no aplicativo da receita para tabletes ou smartphones.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta-corrente informada na Declaração de Imposto de Renda.

De acordo com a Receita Federal, serão disponibilizados cinco lotes neste ano. Veja o calendário:

Vale lembrar ainda que o prazo para entregar a Declaração do Imposto de Renda deste ano termina também no dia 31 de maio. A expectativa é de que 34.100.000 declarações sejam enviadas até essa data (hoje), quando termina o prazo.

Segundo o último balanço da Receita Federal, já foram entregues 30.917.024 declarações.

Quem não entregar no prazo está sujeito a multa de 1% ao mês, sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. A multa mínima é de quase R$ 166.

Fonte: Agência Brasil 🔗

Confirmado: Pinhalzinho terá curso Jovem Programador pelo SENAC em 2022

Inscrições vão até 31 de maio/22.

Aprovação do Projeto Jovem Programador na Câmara de Vereadores em Pinhalzinho/SC – (23/05/2022).


A live de lançamento do curso ocorrida em 07/04/2022 no YouTube do SENAC confirmou Pinhalzinho/SC como sendo uma das cidades que terá esse curso pela primeira vez sendo realizado pelo SENAC.

A empregabilidade é o foco do programa, que é uma iniciativa do SEPROSC – Sindicato das Empresas de Informática, Processamentos de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de Santa Catarina e realizado pelo SENACServiço Nacional de Aprendizagem Comercial. O público alvo são jovens entre 16 e 35 anos, a partir do 1º ano do ensino médio, e que residam nas cidades beneficiadas pelo programa ou em cidades vizinhas.

As inscrições estão abertas até 31/05/2022 pelo site www.jovemprogramador.com.br. As aulas acontecerão de 01/06 à 10/12/2022, sendo em junho o workshop on-line gratuito onde todos os inscritos participam, sendo essa etapa classificatória para as 35 vagas disponíveis. As aulas acontecerão das 14h às 17h15min. sendo nas segundas, terças e quintas-feiras ao vivo on-line, e nas quartas-feiras nas dependências das HORUS Faculdades em Pinhalzinho/SC, que participa como patrocinadora desse curso cedendo sua infraestrutura para as aulas presenciais, e para aqueles alunos que não tem computadores em casa e queiram participar das aulas on-line na universidade, também ela vai disponibilizar sem custo nenhum, o laboratório de informática para essa finalidade.

Para Elisabete Jussara Bach, CEO da JB Software de Pinhalzinho/SC, uma das empresas patrocinadoras do programa, “O município de Pinhalzinho ter pela primeira vez o curso Jovem Programador é muito importante para todas empresas de software de Pinhalzinho e municípios próximos, uma grande oportunidade para quem quer trabalhar na área e não tem a qualificação exigida pelas empresas.”

Os alunos que se destacarem depois de concluírem 35% das aulas já poderão iniciar um estágio nas empresas parceiras do programa.

Do total de 35 vagas disponibilizadas em Pinhalzinho/SC, 30 são gratuitas, sendo 20 vagas gratuitas exclusivas para pessoas de Pinhalzinho/SC, por serem recursos oriundos da parceria ACIP (Associação Comercial e Industrial de Pinhalzinho) com a Prefeitura. Esses recursos foram aprovados por unanimidade na Câmara de Vereadores de Pinhalzinho. As outras 10 vagas gratuitas são para municípios próximos de Pinhalzinho (Nova Erechim, Modelo, Saudades, Sul Brasil, etc).

Importante destacar que as 30 vagas gratuitas são destinadas a pessoas com renda per capital mensal de até 2 salários mínimos.

Em 19/04 o projeto foi apresentado ao prefeito de Pinhalzinho, Mário Afonso Woitexen, em seu gabinete por Elisabete Jussara Bach e Roque Bach, ambos da JB Software, uma das empresas patrocinadoras desse curso em Pinhalzinho.

Foto em 19/04/2022, Roque Bach, Prefeito Mário Afonso Woitexen e Elisabete Jussara Bach

Receita Federal já recebeu quase 31 milhões de declarações do imposto de renda 2022

Falta (1) um dia para o fim do prazo.

A Receita Federal informa que, até às 11 horas desta segunda-feira (30/05), foram entregues 30.917.024 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-calendário 2021.

A expectativa é de que 34.100.000 declarações sejam enviadas até 31 de maio (amanhã), quando termina o prazo.

Mensalmente a Receita Federal recebe da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) recursos para pagar as restituições e cria lotes bancários.

A ordem de prioridade para recebimento de restituição do IRPF é:

  1. Idosos, com prioridade dentre esses para os maiores de 80 anos;
  2. Contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;
  3. Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
  4. Demais contribuintes.

Havendo empate nos critérios, quem entregou primeiro tem prioridade.

É bom alertar que quem estiver obrigado a entregar a declaração e não fizer até o fim do prazo estará sujeito à multa. O valor da multa é de 1% ao mês, sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74.

A multa é gerada no momento da entrega da declaração e a notificação de lançamento fica junto com o recibo de entrega e o contribuinte terá 30 (trinta) dias para pagar a multa. Após este prazo, começam a correr juros de mora (taxa Selic).

Não deixe para o último dia e evite multa.

Fonte: Receita Federal 🔗

CONTANDO NUVENS (FGTS Digital)

O Contando Nuvens foi inspirado na ideia de “Contar novidades que estão nas nuvens (internet)”. Inicialmente estão sendo apresentadas informações específicas sobre o FGTS Digital, mas em algum momento os assuntos poderão ser os mais variados possíveis. 

O canal foi criado na plataforma YouTube, por Paulo Telino, um dos idealizadores do novo portal do Gov.br, FGTS Digital. 

E o que é mesmo o FGTS Digital? Será a nova forma de recolhimento do FGTS que vai facilitar e simplificar a vida dos empregadores, utilizando informações do eSocial como base de dados, interface 100% web e diversas opções para gerar guias, substituindo a GFIP/SEFIP. 

Em seus primeiros vídeos, Paulo Telino, está criando conteúdo, principalmente para os escritórios de contabilidade, DP (Departamento Pessoal) e RH (Recursos Humanos) das empresas, voltado neste início para vídeos gerais sobre o FGTS Digital, com muitos detalhes sobre o novo portal e as questões básicas do que se precisa para estar preparado para a revolução na forma de declarar o FGTS. 

Assim, no decorrer deste ano, com a liberação das funcionalidades do FGTS Digital para conferência dos dados prevista a partir de outubro/2022 para o grupo 1 e novembro para grupo 2 e 3, o mesmo irá atualizar o canal com vídeos práticos, mostrando o passo a passo da teoria que agora está publicando em seu canal, diretamente no novo portal FGTS Digital. Sendo o Contando Nuvens um conteúdo de qualidade e gratuito. 

A intenção do Paulo Telino é poder passar as informações necessárias para que quando o novo portal esteja disponível, o usuário já tenha conhecimento de como o portal funcionará e assim, poder auxiliar nesta transição, da forma mais tranquila possível, pois, todos sabem que o “novo” causa estranheza e desconforto, mas poder contar com conteúdo rico de uma fonte tão segura e integrada de dentro do projeto FGTS Digital de forma simples, só traz benefícios para todos. 

Portanto, aproveite esta fonte de informações, clique no link Contando Nuvens, se inscreva no canal, curta os vídeos, compartilhe e principalmente usufrua de todo conteúdo, porque, são vídeos curtos de até 30 minutos cada, e que farão uma diferença na transição da GFIP/SEFIP para o novo portal FGTS Digital. 

Instagram Contando Nuvens.

Como cadastrar os níveis de acesso ao Gov.br

O Governo Federal vem disponibilizando vários serviços para a população, que podem ser acessados pela plataforma Gov.br. Para acessar os serviços oferecidos por esta plataforma é necessário o cadastro de uma conta.  Ela é a identificação que comprova em meios digitais que você é você.  Oferece maior segurança na hora de acessar serviços digitais, sendo esta gratuita e está disponível para todos os cidadãos brasileiros. Com a conta Gov.br você poderá acessar, por exemplo, os serviços digitais do INSS, a carteira de trabalho digital e o seguro desemprego. 

A plataforma oferece três níveis de cadastros: bronze, prata e ouro. 

O primeiro cadastro realizado pelo cidadão ao Gov.br dá acesso ao nível bronze, classificado como o mais básico. Permitindo apenas as funcionalidades de:  

  • Login em qualquer serviço GOV.BR sem precisar de senha, por meio da biometria do celular. 
  • Administrar autorizações de uso dos seus dados em serviços do governo. 
  • Efetuar o cadastro via atendimento presencial nas Agências do INSS. 
  • Confirmar seus dados via atendimento presencial nos postos do Denatran. 
  • Realizar a prova de vida para fins do INSS, a partir do reconhecimento facial. 

Já no nível prata, além dos recursos oferecidos no nível anterior, estão: 

  • Possibilitar a visualização e compartilhamento de dados e documentos digitais. 
  • Acessar serviços públicos que exigem o maior grau de confiabilidade da conta. 
  • Viabilidade de habilitar a autenticação em duas etapas, aumentando a segurança do acesso ao sistema. 
  • Fazer a validação facial pelo aplicativo Gov.br para conferência da sua foto nas bases da Carteira de Habilitação. 
  •  Valida seus dados via internet banking de um banco credenciado. 

O nível ouro, conta com todas as funcionalidades mencionadas nos níveis “bronze” e “prata” e ainda possui o nível máximo de segurança.  

  • Para fazer a validação facial pelo aplicativo Gov.br para conferência da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral. 
  • E, ter selo de certificado digital.

 

Como atualizar seu nível? 

Acesse o site oficial Gov.br e faça login, inserindo o seu CPF.

Na sequência informe a senha, que você cadastrou na sua conta Gov.br.

Ao realizar o login, já irá entrar no Gov.br com o nível da sua conta. Se você está no nível bronze, ao lado direito tem uma opção para “Aumentar Nível”. Clique nesta opção. 

Na sequência tem a tela “Autorização de uso de dados pessoais”, o usuário irá ler e clicar em “Autorizar”.

    

Assim, será exibido o nível da conta Gov.br com seu nível atual, então com a barra de rolagem desça e verifique os níveis que estão disponíveis “Nível ouro e Nível prata”. Escolha um deles e clique em “Aumentar nível”.   

Você pode ir pelo nível prata, como também pode ir direito para o nível ouro.  

Vamos começar pelo nível prata, e na sequência pelo ouro, para que você possa conhecer todas as formas para mudar de nível.

 

Para o nível prata serão habilitadas as seguintes configurações: 

Para “Aumentar o nível da sua conta Gov.br” utilize uma das opções abaixo: 

  • SIGEPE: Validação de seus dados com usuário e senha do SIGEPE, se você for servidor público federal. 
  • SENATRAN: reconhecimento facial pelo aplicativo Gov.br para conferência da sua foto na base da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) 
  • Bancos: validação dos seus dados via internet banking de um banco credenciado.

  

Vamos pela opção: Bancos credenciados.

Escolha o banco que você utiliza.

Neste exemplo, escolhi o banco Sicoob.  

Na opção “Obter confiabilidade via Sicoob”, então clique em “Ir para o(a) Sicoob”. 

Na próxima tela abrirá o banco Sicoob, na qual deverão ser preenchidos os campos:

  • Cooperativa 
  • Conta corrente 
  • Senha

Por fim, clique em Entrar. 

10º Irá abrir a página “Login único Gov.br” 

Informe o código de verificação que será enviado para seu aplicativo (app) nas notificações. E clique em “Autorizar”.

 

11º No próximo passo, abrirá a “Autorização.” Então clique em aprovar.

 

   

Neste momento você já está no nível prata! 

Caso desejar ir direto para o nível ouro, deverá efetuar as seguintes configurações: 

No nível ouro clique em “Aumentar de nível”.

Então aparecerá as opções que você precisa para mudar para o nível ouro, são elas: 

– Justiça eleitoral 

– Certificado digital 

Vamos pela opção “Justiça eleitoral”. 

Vai abrir a opção para “Gerar QR Code” 

Se você já tiver feito reconhecimento facial pelo Gov.br é só clicar no botão “Gerar QR Code”. Caso não, então é necessário baixar o aplicativo do Gov.br.

Quem tem sistema operacional Android deverá baixar pelo “Google Play”.

E, quem tem sistema operacional IOS vai precisar baixar pelo “App Store”.

Após a instalação do aplicativo, acesse o Gov.br para efetuar o reconhecimento facial. 

Selecione o botão “Autorizar” na tela de “Autorização de uso de dados pessoais”. 

Ao abrir os dados da sua conta, clique em “Aumentar nível”. 

Na sequência clique em “Aumentar nível da conta”. 

Se aparecer a tela de vantagens clique em “Entendi” e prossiga.

Clique em “Permitir” para que o Gov.br tire fotos e grave vídeos.

Nesta nova tela serão exibidas as dicas para o reconhecimento facial, então clique em “Fazer reconhecimento facial”. 

Caso a posição, ou a iluminação não estiver boa para o reconhecimento, você deverá tentar novamente.

10º Quando sua face for reconhecida será emitida a mensagem “Reconhecimento facial realizado com sucesso.

11º Agora você é nível ouro. 

 

*Com informações Gov.br


CFC, FENACON e Ibracon pedem à Caixa Econômica soluções para problemas com o Conectividade Social ICP V2

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC), a Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon) e o Instituto de Auditoria Independente do Brasil (Ibracon) enviaram um ofício conjunto ao presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Duarte Guimarães, para tratar das dificuldades envolvendo o Conectividade Social ICP V2. No documento, as entidades pedem ao órgão providências para solucionar o problema de acesso ao Conectividade Social ICP V2. No texto, ainda é solicitada a prorrogação da validade da versão do Conectividade Social ICP V1, até que a V2 esteja funcionando adequadamente. O Ofício n.º 533/2022 CFC-Direx foi encaminhado à CEF da tarde desta terça-feira (24).

No documento, é informado que, desde o dia 16 de maio de 2022, quando a plataforma do Conectividade Social ICP V2 se tornou obrigatória, para os envios dos arquivos da SEFIP extemporâneos (anteriores a 1° de janeiro de 2022), o CFC vem recebendo inúmeras manifestações dos profissionais da contabilidade. Entre as situações mencionadas pela classe contábil estão: problemas na conexão com o banco de dados, lentidão na transmissão do arquivo, instabilidade, dificuldade de estabelecer conexão com o banco de dados, acesso ao programa, dentre outros. Segundo o texto, essas adversidades têm impactado tanto usuários já cadastrados na base quanto os novos.

A plataforma Conectividade Social foi desenvolvida pela Caixa Econômica com a finalidade de proporcionar a comunicação segura dos empregadores e o trânsito dos arquivos com dados dos empregados, em especial os contidos na folha de pagamento e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com a instituição bancária gestora do FGTS.

Fonte: FENACON 🔗

Já está disponível consulta ao primeiro lote de restituição do IRPF 2022

Serão contemplados 3.383.969 contribuintes. O valor total do crédito é de R$ 6,3 bilhões.

Desde ontem, terça-feira (24), o primeiro lote de restituição do IRPF 2022 está disponível para consulta. Esse lote contempla também restituições residuais de exercícios anteriores.

O crédito bancário para 3.383.969 contribuintes será realizado no dia 31 de maio, no valor de R$ 6,3 bilhões. Todo este valor será destinado a contribuintes que têm prioridade legal, sendo 226.934 contribuintes idosos acima de 80 anos, 2.305.412 contribuintes entre 60 e 79 anos, 149.016 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 702.607 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se a restituição está disponível, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição“. A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC. Se identificar alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que possibilita consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até 1 (um) ano no Banco do Brasil. Neste caso, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de 1 (um) ano, deverá pedir novamente o pagamento Saiba como pedir a restituição não resgatada no banco.

Fonte: Receita Federal 🔗

%d blogueiros gostam disto: